PRODUTOS
Força Centrípeta e Inércia Rotacional
Cód. F11
PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS
Com esse sistema é possível abordar diversos tópicos referente a ensaios da Força Centrípeta e Inércia Rotacional. Além dessas vantagens, temos em vista que o dispositivo é muito fácil de se utilizar, garantindo assim uma melhor segurança para os instrutores e professores na hora de suas explicações. O lay-out do kit é planejado para se obter um fácil manuseio de seus recursos. É fornecido também documentações técnicas completa de utilização do VIVACITY DIDACTIC com manuais técnicos das bancadas para operação e configuração ou parametrização do conjunto; roteiros de experimentação com informações teóricas e atividades práticas dos experimentos em mídia e impresso na língua portuguesa. Garantia e suporte técnico para solucionar todas dúvidas referente ao dispositivo e suas diversas formas de aplicação.
Mais Detalhes do Produto
INTRODUÇÃO
 
Diariamente nos deparamos com a mecânica das rotações das mais diferentes formas. Fenômenos como o giro das rodas de rolamento no movimento de um carro, o movimento dos astros cósmicos e até mesmo o movimento de uma bailarina olímpica, todos são regidos pelas Leis da Dinâmica das Rotações. Neste caso, o kit experimental é projetado para experimentar a característica de força responsável por corpo rígido em movimento circular, e inércia rotacional para objeto giratório induzido por torque.
 
OBJETIVOS
  1. Força centrípeta induzida por várias massas em diferentes raios.
  2. Aceleração angular e momentos de inércia de diferentes corpos.
  3. Teorema de Steiner (teorema do eixo paralelo).
EXPERIMENTOS

Experimento --- Força centrípeta
 
Um corpo de massa M se move em um trajeto circular, a velocidade angular variável pode ser produzida pelo raio ajustável e taxa de rotação. A força centrípeta necessária para o corpo, em termos de parâmetros relativos, será desenvolvida a seguir.
 
 
Experiência --- Momento de inércia rotacional
 
Baseada na segunda lei de Newton 'F = m.a' e movimento de rotação para 'T = I.α', o momento de inércia sistemático poderá ser resumido pelo momento de inércia individual, que depende da massa separada e sua distância ao eixo rotativo.
 
 
Generalizando a partir destas experiências, um disco, montado com o veio vertical, é submetido a um binário externo induzido por uma massa ligada a uma corda esticada em torno da polia. Com base no valor da massa 'm' assumida, raio do disco 'R' e aceleração angular, o momento de inércia rotacional do disco pode ser determinada: